top of page
IMG_3830.jpg

CROWD

14 e 15 de junho às 20h

16 de junho às 19h

Teatro Bruno Kiefer CCMQ • POA/RS

INGRESSOS>>

Realização:
gema _edited.png
Produção:

Crowd é o resultado da pesquisa em dança que vem sendo conduzida sob direção de Dani Cezar. A criação parte da provocação de como sente o corpo quando ele está multidão. O espetáculo é o desfecho da criação dos bailarinos Bruno Manganelli, Jade Corrêa, Juliana Medeiros e Lia Souza.

 

Os movimentos de massa são campo de estudo das psicologias sociais. As multidões causam sentimentos dicotômicos em seus indivíduos. Por exemplo, o sentimento de pertencimento por um lado e a perda gradual da individualidade por outro. Ou seja,o conforto e a segurança de se fazer parte de uma multidão é contraposta a tomadas de decisões irracionais, estimuladas pela perda de responsabilidade do sujeito. A contemporaneidade é marcada pela extrema conectividade entre seus atores, desconsiderando a própria geografia, fruto das tecnologias virtuais. Contudo também é marca desta mesma contemporaneidade, a solidão. As massas como as religiões, o exército, torcedores de clubes esportivos, líderes políticos, movimentos sociais (como o feminismo), as manias coletivas como a moda, entre outros, são por muitas vezes movimentos artificiais/ideológicas. As ferramentas de manipulação destas massas, como a fé, o ufanismo nacional, a propaganda e até ingredientes contemporâneos como as fake news. O foco da investigação não está no porque agimos assim, nem buscar suas respostas, mas no como. A reverberação no corpo e seu estado sensível. Assim, pertencimento, acolhimento, individualismo e individualidade, responsabilidade, crenças e desejos são alguns dos motes para investigar o homem no coletivo.

  • Instagram
bottom of page